Tema em Foco - Palestra do Mestre Ryuho Okawa
 
O Caminho do Sucesso
Palestra ministrada no templo de Nova York em 28 de setembro de 2008
 

Revista Happy Science
Ciência da Felicidade - Edição 176

Nova York é a minha segunda pátria. Há mais de 25 anos, eu morava aqui e trabalhava no quadragésimo andar da Torre 1 do World Trade Center. Da minha escrivaninha, eu via a Estátua da Liberdade ao longe.

Atualmente, Nova York está enfrentando muitas dificuldades, mas, na minha juventude, esta cidade foi a chave do sucesso para mim. Por isso, em sinal de gratidão, quero lhes ensinar uma coisa, e nós da Happy Science queremos ajudá-los, o povo de Nova York e o povo de todos os Estados Unidos. Permitam-me falar um pouco sobre minha biografia e minha concepção de sucesso.

Eu nasci no Japão em 1956. O meu primeiro salto foi ingressar na Universidade de Tóquio e formar-me em direito e política. A faculdade de direito da Universidade de Tóquio é como a Harvard: congrega os melhores e os mais inteligentes de todo o Japão. Eles são considerados a nata do país e dão o tom em política, em economia, em tudo.

O meu segundo salto, quando eu trabalhava numa grande empresa comercial com sede em Tóquio, foi habilitar-me a vir a Nova York na qualidade de trainee. Para tanto, precisei enfrentar uma competição difícil, pois fazia só um ano e meio que tinha sido admitido na empresa. Na época, era a sétima maior empresa do mundo. Eu trabalhava na Torre 1 do World Trade Center e também em Wall Street, de modo que, aos vinte e poucos anos, tive oportunidade de conhecer muitos membros da elite norte-americana e de muito aprender com eles.

* Big Apple (“Grande Maçã”), o apelido da cidade de Nova York.
† “Plutonizado” (do inglês “plutoed”), neologismo referente ao ex-planeta Plutão, cujo status foi rebaixado em 2006. A palavra

*"plutonizado"
Designa a pessoa que foi rebaixada de um cargo ou algo que foi desvalorizado, tal como aconteceu com Plutão”

O meu “espírito de sucesso” e a lembrança do sucesso na minha mocidade provêm da *Big Apple, e é por isso que, em retribuição, quero lhes ensinar a essência do sucesso. Nova York era bemsucedida na época, mas agora está sofrendo muito. Eu tenho grande interesse pelo destino dos Estados Unidos, quero muito saber se eles serão “*plutonizados”ou não. Quer dizer: ser rebaixados. Mas eu acredito na força deste país. Ele pode se levantar, “dar a volta por cima” e tornar a dar esperança ao mundo. Assim espero, e quero contribuir para isso.

Como eu disse, dei o primeiro salto, o segundo e depois o terceiro. Tendo feito pós-graduação em finanças internacionais na City University of New York, afastei-me da empresa em que trabalhava e fundei a Happy Science. Na época, seu nome era Institute for Research in Human Happiness [Instituto de Pesquisa da Felicidade Humana], mas passou a se chamar Happy Science, nome bem mais simples. Foi em 1986: o momento do meu terceiro salto. Vocês talvez não saibam o número de religiões existentes no Japão, mas a verdade é que há mais de 180 mil. No entanto, a Happy Science é a religião mais poderosa e famosa do país. Isso eu realizei em apenas vinte anos.

 
 

Fui convidado a aconselhar o primeiro-ministro Nakasone em 1988. Depois tivemos o primeiro-ministro Miyazawa, que era membro da Happy Science e, posteriormente, nós formamos muitos primeiros- ministros e ministros. De modo que eu passei a ser um dos “formadores de reis” mais influentes do Japão.

* Taro Aso, o 59º primeiro-ministro do Japão, no cargo de setembro de 2008 a setembro de 2009.

Recentemente, a Happy Science recebeu a visita do primeiro-ministro japonês *Taro Aso. Ele esteve no nosso templo Tokyo Shoshinkan. Foi conversar não comigo, e sim com os nossos discípulos executivos. Não podia se encontrar comigo porque eu sou um grão-mestre – o posto de grão-mestre é superior ao de primeiro-ministro japonês. Por intermédio dos meus discípulos, eu o aconselhei durante cerca de uma hora. Dei-lhe a estratégia para vir a ser primeiro-ministro do Japão. Ele aprendeu muito, foi eleito primeiro-ministro e esteve em Nova York para discursar na Assembleia Geral das Nações Unidas. Seu discurso baseou-se exatamente naquilo que eu lhe disse. Portanto, e sou um dos “formadores de reis” do Japão. A CIA norte-americana está em declínio, “plutonizada”, por isso desconhece a importância atual da Happy Science. Mas a Happy Science é o poder mais influente do Japão. Se o presidente dos Estados Unidos tiver dificuldade para implementar uma política diplomática, basta ele me consultar para que eu a implemente em mais ou menos uma semana. É um segredo: no Japão, a religião tem mais poder do que a política.

Essa é a história do terceiro salto. É claro que eu trabalhei muito nos últimos vinte anos, tendo publicado cerca de quinhentos livros, todos eles best-sellers. Eu sou o autor mais famoso do Japão, e o número de exemplares publicados supera os 100 ou 200 milhões.

Nova York é um alvo importantíssimo da Happy Science por ser a minha segunda pátria. Aqui a Happy Science tem de ser grande. Aqui nós temos de ser famosos. Aqui precisamos ter influência. Por isso, eu lhes peço: nós precisamos de mais força e vocês devem se dedicar mais à missão de propagar a Verdade. É essencial. E está na hora. A barreira mais difícil de transpor é aquilo que vocês pensam no seu cérebro. Vocês pensam muito pequeno. Esse é o problema. Pensem grande! A nossa meta é se tornar uma religião mundial, portanto, pensem grande! Obviamente, Nova York é a cidade número um, a maior do mundo. Mas vocês precisam ser fortes. Há muita gente em Nova York, mas, no templo de Nova York, o nosso poder se sente muito restrito e pequeno. Mas é apenas o ponto de partida, de modo que vocês não devem se sentir pequenos. Nós vamos divulgar a nossa verdade e queremos ter mais influência aqui. Até mesmo a cidade número um do mundo pede para ser salva através de outro poder, por isso, chegou a hora. Temos de fazer alguma coisa. Eles estão esperando, e vocês têm de ensinar muita gente a voltar a ter sucesso.

A origem moderna do “espírito de sucesso” provém de Nova York, mas nós precisamos voltar a ensinar as pessoas a serem bem-sucedidas na vida real.

Para ser bem-sucedido na vida real, primeiro é preciso ter um desejo ardente de realizar um sonho. O ponto de partida é esse desejo ardente. Vocês sabem que são aquilo que pensam que são, portanto, é importantíssimo ter o desejo ardente de ser grande, de ser rico, de galgar posições superiores, de ter mais influencia ou de servir a um número maior de pessoas. Esses são desejos sagrados e muito importantes. Eu próprio estabeleci a minha primeira meta e a atingi. Vocês também podem realizar o seu sonho: tenham primeiro um desejo ardente.

A seguir, é preciso amar os outros. Numa sociedade extremamente competitiva, as pessoas tendem a se concentrar em si mesmas, mas vocês devem abandonar esse tipo de mentalidade. Ponhamse de lado e pensem nas outras pessoas e em fazê-las mais felizes. Simplesmente mudem de mentalidade e não pensem tanto em fazer a si próprios felizes. Fazer os outros mais felizes significa passar a ser mais do que vocês são agora. Se se limitarem a pensar em si, vocês serão apenas o que são. Mas, se começarem a pensar nas outras pessoas, mais de duas ou três, ou nos vizinhos, na sociedade, na empresa em que trabalham, no país ou no mundo, vocês passarão a ser mais do que são. Serão mais do que vocês mesmos. Passarão a ser necessários às outras pessoas, e elas depositarão confiança em vocês. Muita gente precisa de alguém assim, de alguém capaz de lhe ensinar, de ajudála, de cuidar dela. Esse tipo de pessoa é necessário agora, mas, numa sociedade excessivamente competitiva, as pessoas tendem a pensar em si. Este é um problema da cidade de Nova York, uma espécie de doença. Portanto, alterem a mente para pensar na felicidade alheia. Esse é o segundo ponto.

 

O terceiro ponto do sucesso consiste em separar o sucesso da felicidade. É um pouco difícil. Do ponto de vista de outras nações, como as da África ou da Ásia, vocês, nesta cidade, são extraordinariamente bem-sucedidos. Por quê? Porque a competição exagerada leva ao sucesso exagerado. Em outras palavras: pessoas autocentradas produzem pessoas autocentradas que ganham facilmente dinheiro, promoções e status. Mas, na realidade, essa gente não é feliz. O seu sucesso não se confunde com a felicidade porque nele há uma sombra. Somente uns poucos sabem que há uma sombra nesse sucesso. Quem se concentra exclusivamente no sucesso esquece algo importantíssimo. Esse algo é a família, é a paz de espírito ou é a vida após a morte. Eis a sombra do sucesso.

Da perspectiva da religião, eu devo acrescentar este ponto ao seu sucesso: vocês precisam ser bem-sucedidos nesta vida e na vida após a morte. Devem ter sucesso nas duas vidas. É fácil saber se alguém é bem-sucedido ou não neste mundo, e as pessoas podem compreender e admitir o fato, mas, quando vocês deixarem este mundo, há outro mundo, que é o Mundo Real. Eu já escrevi muito sobre esse mundo – quase quinhentos livros – e dei várias descrições desse mundo. Não falta quem o negue e rejeite, mas a sua existência, assim como a realidade de que vocês não são apenas um corpo material, mas têm alma e foram criados por um ser superior, é verdadeira. Vocês encontrarão o seu verdadeiro eu após a morte, então, sim, finalmente saberão se foram bem-sucedidos ou não. É o motivo porque deve conduzir a sua vida com sucesso no seu verdadeiro sentido.

A Happy Science não vê mal algum em ganhar dinheiro, ser promovido e fazer com que a sua empresa cresça cada vez mais. No entanto, vocês não devem esquecer o seu espírito, o seu coração, a sua alma, assim como não devem esquecer o coração e a alma das outras pessoas. E não devem esquecer que este mundo é justamente uma escola para o treinamento espiritual de cada um. Este mundo é uma escola. Às vezes, quando deixo este mundo, eu olho para baixo lá do outro mundo. Este mundo é pequeno, muito pequeno. E neste mundo pequeno as pessoas se tornam excessivamente competitivas e magoam as outras, falam mal delas e fazem coisas ruins por dinheiro e promoção. É um fato muito triste. Por isso eu lhes peço, por favor, pensem que vocês são apenas alma. A alma é o seu corpo real e a alma busca a paz de espírito. Em qualquer caso, em qualquer situação, em qualquer circunstância, deve-se buscar a serenidade espiritual. Essa é a felicidade verdadeira. Por esse motivo é que sucesso e felicidade são um pouco diferentes. Às vezes coincidem, mas, às vezes, são duas coisas completamente diferentes. Portanto, eu lhes recomendo ter serenidade espiritual e sucesso neste mundo.

*No Antigo Testamento, o termo “El” ou “Elohim” é empregado em referência a Deus.

Como fazer isso? Como combinar sucesso e felicidade? A minha sugestão é a seguinte: é preciso ter a mente alicerçada na fé, na verdadeira fé no Grande Buda, no contexto do budismo. A Happy Science chama esse ser de El Cantare. No cristianismo, ele é conhecido como *El: há mais de 4 mil anos que se conhece El. É o espírito elevado cujo nome é El. E El Cantare é nome exato de El. “El” significa “luz” ou “Deus”. “Cantare” significa “A Terra”. El Cantare é “a luz da Terra”. Este é o significado de El Cantare. O que é a luz da Terra? É tudo quando provém de Deus, por exemplo, a verdade, o amor, a compaixão, a misericórdia, etc. Eu quero combinar todas as religiões do mundo numa única grande religião. É o ponto de partida de uma religião. Só existem amor, compaixão verdade, misericórdia e luz. Esse é o ponto de partida da religião, por isso eu quero refazer uma religião nova e pregá-la a todos os povos do mundo.

Já falei muito no caminho do sucesso, mas – o que não é menos importante –, preciso dizer uma coisa: eu preciso da sua ajuda. Há muita gente neste mundo, nesta Terra. Nós precisamos de muita força. Muita gente deve abraçar as nossas atividades. Por isso lhes peço: eu preciso da sua ajuda, da sua ajuda para tornar o mundo mais feliz do que é. Preciso pedir agora. Cada um de vocês deve ser uma das minhas forças, unido aos outros como um espírito único, e combater o mal. Há necessidade de luz. Por favor, iluminem a escuridão do mundo, iluminem a escuridão de Nova York, iluminem a escuridão dos Estados Unidos, iluminem a escuridão do mundo todo. Eu preciso da sua ajuda. Vou me empenhar ao máximo, vou dar o melhor de mim, mas preciso da sua ajuda. Por favor, unam-se a nós e colaborem para iluminar a escuridão do mundo. Se não combatermos essas trevas e a influência do mal, o mundo entrará em declínio e o caminho do sucesso será o caminho do inferno. De modo que temos de lutar já. Esta é a conclusão da minha palestra. Muito obrigado.

Índice
Revista 194:
A Verdadeira Causa do Câncer
Revista 193:
Visita do Mestre à Índia e ao Nepal
Revista 192:
O Caminho para a Saúde Perfeita
Revista 191:
Como Cultivar a Prosperidade
Revista 190:
Ciclo de Palestras do Mestre no Brasil
Revista 189:
Os Métodos de Autoreflexão
Revista 188:
Provações e Independência da Criança
Revista 187:
Seja Infinitamente Amável
Revista 186:
A Maturidade Espiritual
Revista 185:
Sinta o Milagre
Revista 184:
O Caminho da Saúde Definitiva
Revista 183:
Enfrentando os Mares Turbulentos do Destino
Revista 182:
Atrair Novas Ideias & Aprender no Trabalho
Revista 181:
Encontrar a Felicidade na sua Família
Revista 180:
Viver Criativamente
Revista 179:
Utopia no Coração
Revista 178:
Adquirindo uma Consciência mais Elevada
Revista 177:
Os Estágios do Desenvolvimento do Amor
Revista 176:
O Caminho do Sucesso
Revista 175:
Enfrentando a Depressão
Revista 174:
Gestão Baseada no Tempo
Revista 173:
Viver para Amar
Parte 2
Revista 172:
Viver para Amar
Parte 1
Revista 163:
Como superar o Perfeccionismo
Revista 162:
Como vencer a doença
Revista - Maio de 1997
Sinalização para a Felicidade - Parte II
Revista - Abril de 1997
As Circunstâncias Espirituais de uma Guerra
Revista - Abril de 1997
Sinalização para a Felicidade - Parte I
Revista - Março de 1997
Como evitar espíritos obsessores
Revista - Março de 1997
O Prelúdio da Nova Era
Revista - Janeiro de 1997
O Correto Conhecimento do Mundo Espiritual
Revista - Janeiro de 1997
Um Dia, Uma Vida
   
Templo Happy Science
Rua Domingos de Morais, 1154 - Vila Mariana - SP
Tel: (11) 5088-3800
© Copyright 2009 ~ 2017
53 usuários online